Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Qua | 28.03.18

Viagem a... Madrid

064FDE57-DF87-4A88-B0A0-388E94A557ED.jpg

 

 

Queria muito voltar a Madrid, assim como quero muito voltar a Barcelona, a Londres, à Croácia. Quero muito conhecer Amesterdão, Bruxelas, Berlim, a Suécia, a Finlândia, voltar à Turquia, a Palma e a Ibiza. 

Tenho mil e um planos na cabeça, e ainda só estou a falar da Europa. Tenho um desejo imenso em ir a Bali, ao Brasil, a Marrocos, a Miami, Las Vegas, à Grécia, à Austrália e à Argentina. Mas também gostava de ir ao Japão, a Cabo Verde, às Maldivas, à Islândia e a Cuba.

 

Na verdade a lista é interminável, e vou levar anos a visitar só os locais que referi acima. 

Se um dia pudesse dava a volta ao Mundo. Tirava seis ou sete meses da minha vida e ia por aí. Não me importava de trabalhar em sítios diferentes todos os dias, de fazer tudo e mais alguma coisa, para ir conseguindo pagar as minhas estadias e ter comida na mesa.

 

 

998C2653-3CDB-4C64-B193-923BAA88986A.jpg

 

E voltei. Voltei a Madrid em Março, terceira viagem do ano para fora do país, no terceiro mês do ano.

Lá fomos nós numa bela Sexta-feira, à hora de jantar. A viagem do Porto a Madrid é super rápida. 45 minutos e já está. Mal se dá por ela, e deve ser por ser tão perto que é tão visitada por nós Portugueses. Vi isto num estudo inventado por mim agora mesmo. Mas agora a sério. Hoje em dia quase nenhum portuga não foi a Madrid.

 

O avião chegou às 21:20 locais, menos uma hora em Portugal. Já tinha estudado os metros à tarde e ainda bem que o fiz porque não havia indicações decentes para me entender por lá.

Andamos cerca de 1 hora de metro, ao frio, ao calor e com malas. O que foi extremamente cansativo. Mas como qualquer viagem é sempre uma experiência fica. 

 

 

CA8F58D1-CDC5-4559-99DF-453B7E184CD9.jpg 

 

Mas o que também ficou foi facto de termos chegado ao nosso apartamento, sim porque ficamos num aparthotel e simplesmente não temos chave para entrar. Toquei em todos os andares e um senhor veio à porta dizer que nós tínhamos que ter uma chave que não tínhamos, e que ninguém nos tinha informado acerca disso. Mais um filme…

Tive de andar a ligar para a recepcionista cujo número se encontrava num e-mail que devia usar em caso de emergência. 15 minutos depois entregavam-nos a chave. Entramos no apartamento/mini quarto que reservei no Booking, com um fogão, microondas, torradeira, chaleira, tábua de passar a ferro, pratos e toda a mobília e utensílios suficientes para uma vida normal.

O quarto era muito giro, já que tinha um papel de parede muito engraçado que lhe conferia um ar muito querido. A decoração era minimalista, mas suficiente e bonita. 

Chamava-se Friendly Rentals e estava super bem localizado, perto do metro (5 minutos) e do centro (10 minutos a pé).

 

 

5A8F98AE-78D5-4DDF-8D18-5F0EB06FB2AE.jpg

 

 

No dia seguinte, estava a chover muito, e, por isso, aproveitamos para tomar o pequeno-almoço no Starbucks. Enquanto lá estavamos começou a nevar. O homem achou por bem aproveitarmos para ir ao estádio Santiago Bernabéu. Fizemos a visita que demorou imensooo também (3 horas contando com o momento em que chegamos ao estádio, estivemos numa fila de 30 minutos, entramos e saímos). Para quem é adepto aquilo é muito giro. Para quem não liga muito a futebol é só um conjunto de taças e prémios infinitos. Mas é giro.

4CB78BFF-E87A-4034-8BA1-E7BB1A4A4C05.jpg

 

 

Depois de três horas no estádio fomos almoçar ao local que eu já tinha visto escolhido na internet previamente.

Tratava-se nada mais nada menos do que o mercado de San Idelfonso, muito perto da Gran Via. Para quem é do Porto era uma espécie de mercado Bom Sucesso para quem é de Lisboa era do género do mercado Mercado Time Out. Para quem não faz ideia do que estou a falar era um espaço com vários restaurantes e bares, onde cada um de nós poderia escolher o que gostava mais para fazer a refeição. Optamos por ir ao Tacos Pacos, com comida mexicana, sendo que tinha opções veganas e não só.

O que para nós era perfeito. A comida era muito boa, uma espécie de fast food diferente do que o que costumamos usar em Portugal.

 

 

8D8B93FF-5B75-45C2-B617-2C3A6C34D733.jpg

 

 

Depois fomos passear pela cidade. Fomos à Gran Via, onde lanchamos num sítio espectacular, uma geladeira dentro de uma loja de ténis. Gelados veganos, panquecas, crepes, batidos, sumos,… tudo perfeito!

Fomos ainda dar uma volta ao parque do Retiro, que é ponto obrigatório na cidade de Madrid. É de uma beleza estonteante. Podemos passar horas lá, e há sempre sitios e coisas para ver. Um lago que dá para passear de remo, patinhos e peixes no tal lago, barraquinhas de comida, bijuterias à venda no meio da rua, locais para correr, zonas para crianças, muitas bicicletas, pessoas a passear, animação da rua, locais com plantas aromáticas, uma espécie de palácio lá no meio... Bem, é mesmo para visitar!

 

 

ED80859B-7B17-4ADA-9B60-2647EC4832AB.jpg

 

 

Para jantar tinha planeado ir ao local que Quando chegamos lá nos pediram a reserva, que não tínhamos… Depois de andarmos quase dois quilómetros para lá chegar foi realmente chato batemos com o nariz na porta, mas pronto tudo bem, fomos lá no almoço do dia seguinte. Mas disse falo mais à frente.

 

 

768e018d-b366-42ba-a5cc-9f1a72c1e85f.jpg

 

Pensei logo que ser mesmo complicado encontrar um local para jantarmos. Sábado à noite, 21h e tal, Encontrar um espaço com comida Vegana parecia missão impossível. Mas não foi, foi mais fácil do que imaginávamos, e até já comentamos isso diversas vezes depois da viagem. Nunca foi difícil encontrar comida vegano, por dois motivos, primeiro porque eu tinha feito uma pesquisa antes de restaurantes onde poderíamos ir, e acabamos por ir de quase todos que tinha planeado, exceto nos jantares, depois porque quase todos os restaurantes que procuramos tinham opções veganas. Fossem hambúrgueres de feijão ou de grão, fossem tacos, massas,... havia realmente muita opção, e ainda bem.

 

 

6f2d66c9-19e2-41dd-b80f-312af138a792.jpg

 

Lá jantamos num bar/restaurante especialista em gins, que tinha também hambúrgueres, um deles de tofu. 

Depois fomos até a casa a caminhar. Ficava a 2 km mais coisa menos coisa, mas foi bom para fazermos a digestão, e para passearmos mais um pouco pela cidade.

Acabamos sempre por fazer isto e por ver ruas que não tínhamos visto até então. Nas viagens que fizemos até agora foi sempre assim. Quando íamos para casa ou íamos algum sítio, optávamos por ruas que ainda não conhecíamos, e ficávamos com uma ideia muito maior da cidade, do que se fossemos apenas pelo que estava planeado.

E sinceramente o que mais gosto nas viagens é exatamente isto. Não propriamente o conhecer o que o Google nos diz, mas conhecermos a cidade para além dos locais que toda a gente visita. Façam isso e vão ver como é enriquecedor.

 

 

1F102D6A-C8FC-4C53-8B21-35FE758BF29F.jpg

 

Esteve sempre bastante frio, temos nevado até de manhã, às 11 horas, mas como estávamos sempre em movimento não sentimos tanto. Quando entrávamos em algum local quentinho e depois saíamos, é que ficávamos cheios de frio e com a sensação de que de facto estavam temperaturas muito baixas.

 

 

f3bfa112-06ce-4517-99ec-9f3e098c926a.jpg

 

No dia seguinte fomos até ao parque do Retiro, logo pela manhã. Tomamos o pequeno-almoço em frente, numa praça com grande vista.

Comemos mesmo bem. Eu um smoothie e ele torradas com tomate, sumo de laranja natural, café e croissant. Estava super quentinho lá dentro, até demais, e o cheiro a pão era delicioso. Dava mesmo vontade de comer uma torradinha ou um dos bolos deliciosos da montra.

 

 

C8D3E3C7-F293-4495-91BB-959A8FB001BF.jpg

 

Lá fomos nós ao parque do Retiro, onde estivemos três horas, mais ou menos. Como disse acima parque é lindo e merece mesmo ser visitado. 

Depois fomos almoçar ao local que eu queria ir no dia anterior, Crucina, o primeiro restaurante de comida crudívora de Madrid. A comida era muito boa, principalmente o meu batido de banana, cacau, tâmaras e pêra, dos melhores que já bebi na vida.

 

F833C586-09C1-4B88-B366-B9188D5AEBB3.jpg

 

Pedimos também uma sopa de banana e abacate, que para mim sabia demasiada banana e não consegui comer muito e de prato principal, eu pedi uma massa de courgete e ele uma lasanha Vegana também. Tudo era vegano e cru. Segunda melhor parte da refeição foi a sobremesa, uma espécie de mousse de chocolate deliciosa. 

Se forem a este espaço têm de reservar e ir com bastante tempo. Apesar de estar cheio, seis mesas, demoravam muito tempo a fazer e a trazer os pratos. Ao todo estivemos lá mais de duas horas. Duas horas que poderiam ter sido aproveitavas de outra forma…

 

d03360a3-e56b-4acb-8589-72d1862e79ed.jpg

 

No final da refeição fomos até ao encontro do metro, para ir visitar a casa de moeda de Madrid. Novamente fomos por ruas ainda não visitadas, vimos uma claque de futebol super entusiasmada, lá vimos a casa da moeda, que pensávamos ser o local das gravações exteriores da série La casa de papel. Rapidamente percebemos que não era, procuramos na internet qual era o local verdadeiro e fomos até lá. Novamente metro por ficavas tanto longe, e quando lá chegamos estava fechado. Nada mais era que uma espécie de faculdade/universidade, isso é no domingo era normal estar fechada. Acabamos por ver a parte exterior, mas o que eu queria mesmo era entrar lá dentro e fazer a dança do Bella Ciao. 

 

8C6CAEC4-6F80-4989-A0B7-93BE6A1E389B.jpg

 

Depois o homem quis ir ver se havia bilhetes para o jogo do Real Madrid - Girona. Caminhamos 2 km, muito bem caminhados, e Quando chegámos ao estádio, a confusão já era gigante. Apesar de ainda faltar em três horas para o jogo já havia um grande alvoroço a volta dele. Lá compramos bilhetes. Fomos lanchar ao Burguer King (ele foi, que não havia comida para mim) e depois fomos para o jogo.

 

 

827FD7E7-1105-4FE5-997F-B1E31682320C.jpg

 

 

Eu que não ligo nenhuma a futebol achei o show bem giro. A animação das pessoas, os gritos, as luzes, aquele calor humano faz do jogo uma coisa mesmo gira. Acho que os meus pais iam delirar muito mais do que eu, que nem vi a maioria dos 9 golos. Não me perguntem porquê.

 

 

D34FE8ED-87FD-40F8-B030-7EF9B17AB8DA.jpg

 

 

Acabamos por ir de metro (sem pagar, porque a confusão era gigante e ninguém se preocupava). Fomos no segundo metro porque o primeiro parecia de países de submundo.

Mais uma vez pensamos que ia ser o bom e o bonito para jantar. Mas não. Fomos até à estação Tribunal, onde tínhamos saído no primeiro dia para almoçar no Mercado, e encontramos logo em frente ao metro um restaurante Mexicano, com tacos e coisas boas, que eu comia.

 

 

62467da3-7e14-44af-82f4-79d05620f9d5.jpg

 

 

No dia seguinte voltamos para Portugal, e às 11h já estava a treinar.

 

74088EBB-D639-40E9-A19D-72230B0E21C2.jpg

 

 

Partilhei diversas fotografias neste artigo sem nenhuma ordem para poderem ir vendo um pouco do que se passou no fim-de-semana.

 

1079E32D-4BDF-405F-87F3-4A8ECE870C75.jpg

 

 

Agora esperem pelos próximos episódios destas "viagens a...", que a de Abril já está marcada :D

1 comentário

Comentar post