Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Ter | 02.07.19

Amar depois de amar, a nova série da TVI

Carolina Gomes da Silva
  Vi os primeiros episódios da nova "série" da TVI e tenho a dizer que: - Para mim não é uma série, é uma mini telenovela. Com 70 episódios é mais isso. - Tem dos melhores atores portugueses, e só isso já é um enorme chamariz - Com o Pedro Teixeira na série já apetece ver mesmo que não seja interessante. - Trata-se de um policial, e portanto se também és amante deste género, pode ser uma possibilidade para as tuas noites. - Acho que os 70 episódios só vão servir para (...)
Qua | 19.06.19

TvTime, a aplicação para organizar séries

Carolina Gomes da Silva
    Por várias vezes falei e mostrei no Instagram esta aplicação e sempre que o faço surgem dúvidas. Não, não é uma espécie de Netflix nem um site pirata para ver séries. É uma aplicação que serve para organizar o que já vimos. Ou seja, sempre que vejo uma série vou à aplicação e marco-a como vista. Se começo hoje uma série e vejo um episódio abro o
Sex | 07.06.19

Dead to me, a série de Maio

Carolina Gomes da Silva
  A série do mês de Maio foi a Dead to me. Com apenas 10 episódios de cerca de 30 minutos cada, esta série traz muita surpresa ao espectador. É viciante, tanto que a vi em apenas dois dias, e, no final, queremos mais. Não sei se haverá uma segunda temporada ou não, mas pelo que me pareceu no fim do 10º episódio tem tudo para continuar.   Em Dead to me, o humor está no ar. Bastante humor negro. Mas também o amor. E as mentiras, as intrigas, e o drama, muito drama.    Uma (...)
Seg | 03.06.19

Podes ver a bandeira de Portugal na 3ª parte da Casa de Papel + Trailer

Carolina Gomes da Silva
  O TERCEIRO TRAILER OFICIAL DA CASA DE PAPEL JÁ ESTÁ DISPONÍVEL E NO BLOG PODES VÊ-LO EM PRIMEIRA MÃO!! O trailer começa exatamente com os nossos assaltantes favoritos do Mundo num barco, com uma bandeira portuguesa, isto porque se encontram em fuga, como bem sabemos. Esta nova temporada tem TUDO para ser tão brilhante como a anterior.   Com personagens novos, como a inspetora Sierra (cuja atriz também interpreta Zulema da série Vis a Vis), e o regresso de Berlim que (...)
Sab | 01.06.19

Russian Doll - feedback

Carolina Gomes da Silva
Ora muito bem, terminei a série Russian Doll mencionada aqui no blog há poucas semanas, e já tenho umas coisas a dizer.     Em primeiro lugar, como acho que já tinha referido, a série ve-se muito bem e muito rapidamente. Tem 8 episódios apenas sendo que cada um tem pouco mais que 20 minutos. Se tiverem uma tarde de fim de semana é mais que suficiente para despachar tudo de desenfreada.       Depois, a série começa por parecer o que não é. Achei que o primeiro episódio (...)
Sex | 31.05.19

Bondage, ou Amizade Dolorida, a série que parecia para maiores de 18

Carolina Gomes da Silva
À primeira vista esta nova série da Netflix pareceria para maiores de 18 anos. O nome, Bondage, ou Amizade Dolorida no Brasil, o conteúdo que o trailer aparentava ter,.. Parecia algo muito sexual.   Nesta série curtinha, uma estudante universitária nova-iorquina que faz horas extra como "dominatrix" contrata o melhor amigo gay do liceu como assistente. Não achei nada de espetacular. Acho que podia ser muito melhor conseguida. Pareceu que foi mais uma série para encher do que outra coisa.
Seg | 20.05.19

The disappearance of Madeleine McCann, a série

Carolina Gomes da Silva
  Foi em 2007 que Madeleine McCann desapareceu. Apercebi-me quando via a série que já se passaram quase 12 anos. 12 anos! E neste tempo todo nada de Maddie... Apesar de ter andado sempre a par da situação, porque foi algo bastante mediático, porque não parava de passar na televisão, porque era o assunto do momento e na altura ainda via bastante televisão, por isso estava super em cima do assunto, houve algumas coisas que não me lembrava e que relembrei, que podem fazer toda (...)
Seg | 13.05.19

Dating Around, o reality de encontros da Netflix

Carolina Gomes da Silva
  Acho que foi o primeiro reality show que vi da Netflix e não passa disso mesmo. É giro para entreter mas também para perceber como agem as pessoas neste tipo de programa e de encontro, sim, porque o "Dating Around" baseia-se em primeiros encontros.   No primeiro episódio o homem da imagem acima tem um primeiro encontro com cada uma das cinco mulheres que também estão na imagem. Todas diferentes, com idades diferentes, profissões diferentes e sonhos diferentes, mas com a mesma (...)
Ter | 07.05.19

Chambers, a melhor série de Abril da Netflix

Carolina Gomes da Silva
Inicialmente achava que era um drama mas não, era uma série de terror. Chambers é a nova série da Netflix que estreou em Abril e que eu devorei em poucos dias. Tem 10 episódios, de 45 minutos, mais ou menos, cada um, e não é aconselhado a quem tenha problemas de coração, medo de almas, de fantasmas, não goste de ver sangue nem nada do género. Tem muitos momentos calmos, em que é um simples drama, tal como eu pensava, no entanto quando menos se espera entram em ação os (...)
Qui | 02.05.19

Séries que estreiam em Maio

Carolina Gomes da Silva
Being Serena Essa novo documentário de cinco episódios vai contar a história da estrela de ténis Serena Williams, uma das atletas mais famosas do mundo. A séries irá mostrar ao público a gravidez da jogadora, o nascimento da criança, o novo casamento e o regresso ao ténis depois da licença de maternidade.       The Society   Um grupo de adolescentes descobre que os pais desapareceram sem deixar rastros, depois de terem sido transportado misteriosamente para uma (...)
Qua | 10.04.19

Assédio, a série brasileira

Carolina Gomes da Silva
  Estive a ver a série Assédio, uma série brasileira de 10 episódios inspirada na "A clínica — A farsa e os crimes de Roger Abdelmassih" onde Roger Sadala é um médico  de renome na área de fertilização que vê a carreira vir por água abaixo, quando dezenas de vítimas se unem nas redes sociais, e, com a ajuda uma jornalista, desmascaram este médico que abusava das pacientes.  Acho que esta série se devia chamar violação ou abuso e não assédio, porque na verdade há (...)