Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Sab | 21.04.18

Respostas a questões

"Como consegues manter a motivação durante 24h?"

 

A resposta é fácil, mas ao mesmo tempo um bocadinho cliché. Isto porque faço o que gosto. Acho que quando se gosta de algo é muito mais fácil estarmos motivados.
Tenho consciência disso porque já estive em várias situações que estava a fazer o que não gostava e a minha motivação era zero, ou perto disso. Fazia as coisas só porque tinha de fazer e não porque queria fazer. E isso faz toda a diferença. Quando estamos a falar de treinar, de comer, ou de trabalhar, se não estivermos a fazer o que gostamos e como gostamos acabamos por nos fartar ou aborrecer muito facilmente. As coisas são muito mais um sacrifício do que um prazer.

 

Claro que há dias em que não me apetece treinar, não me apetece fazer bicicleta, correr não me apetece ir para o ginásio, não me apetece sair de casa, não me apetece comer bróculos ou outro legume qualquer… Não são muitos os dias assim, confesso, mas de vez em quando também acontece.
E quando isso acontece tento não forçar. Ou seja, ou fazer um treino mais leve ou comer outras coisas que me apeteçam (nos casos destes exemplos).

 

 

 

"Como defines as tuas rotinas de treino?"


Não tenho bem uma rotina treino. Tento treinar de segunda a sábado, porque ao domingo ginásio está fechado, E obrigou-me a descansar. No verão ainda aproveito domingo para treinar quase sempre, mas no inverno descanso mesmo. Mas a qualquer momento também muda… Não faço sempre as mesmas coisas e portanto o que é o meu treino neste momento daqui a uma semana ou um mês pode não ser.
Gosto de fazer exercício Cardiovascular diariamente, porque é o que resulta melhor com o meu corpo. Mas também gosto muito de fazer musculação, funcional, treinos em circuito,… Daí o meu treino não ser sempre igual. De qualquer modo tento treinar todos os grupos musculares na semana.

 

 

 

"Para quem quer perder volume aconselhas tomar proteína?"


Isto depende um bocadinho dos casos. Vou ter de generalizar a minha resposta. No meu caso eu também quero perder o volume mas tome proteína de momento. Não tomava em Janeiro, nem em Fevereiro, mas em Março voltei a tomar. Isto para ganhar um pouco mais de massa muscular. Mas, para perder muito volume, pode ser necessário diminuir a quantidade proteína tomada. No entanto, se se diminuir a quantidade proteína e se aumentar a quantidade de hidratos ou de gordura, o que vai acontecer é que a pessoa vai ou engordar, ou ganhar peso, podendo aumentar o volume.
O meu conselho passa por tomar na mesma proteína, se não estivermos a falar de um grandeeeee volume, e introduzir ou aumentar o treino cardiovascular.

 

 


"Qual pode ser o substituto ao vício por chocolate?"


Acho que qualquer vício é muito fácil de substituir por outro.
Por exemplo no meu caso, que não sou de todo viciado em chocolate, até passo bem sem ele, é muito mais difícil não comer manteigas de oleaginosas, do que qualquer outro doce ou salgado. Para mim as manteigas são o maior vício de sempre! Mas também sei que quando quiser deixar de comer consigo.


Tenho é de querer, o que a maioria das vezes não acontece… No momento em que estamos mentalizados para acabar com o vício, é meio caminho andado para o fazermos.
Com isto quero dizer duas coisas: em primeiro lugar que podem sempre substituir uma coisa por outro. No caso de chocolate podem substituir por cacau puro em pó, ou doces que contenham cacau puro, que é algo que vai ajudar a enganar o cérebro e que acaba por fazer melhor. Além do mais, sendo puro, acabam por comer menos, já que é muito menos doce e sacia mais.


Existem diversas receitas aqui no blog, basta colocar "cacau" na zona de pesquisa encontro logo imensa coisa. Outra coisa que podem fazer é deixar de comer chocolate todo. Não comem e pronto acabou-se a conversa. Podem também alterar hábitos, ou seja em vez de comerem cacau ou chocolate comerem mais uma peça de fruta ou mais um bife ou mais uns ovos,... porque estando satisfeitos acabam por ter menos fome emocional.

 

 

 

"Como fazer quando vamos jantar fora?"


Esta questão é muito relativa… Existem várias respostas possíveis. Poderia dizer que quando vamos jantar fora, se for uma coisa esporádica, que para a maioria das pessoas é, devem aproveitar. A vida é muito curta e faz bem desanuviar e comer outras coisas que também gostamos. Esta uma possibilidade.

 

Outra possibilidade, que se aplica a muitas pessoas que fazem refeições fora todos os dias, ou praticamente, É que, convém ter em conta qual o objetivo alimentar e físico, o que é que podem comer e não, o que é que vos vai fazer inchar ou retenção de líquidos ou engordar, ou seja o que for. Então, no caso de alguém que faz isso todos os dias, talvez seja mais interessante ir a restaurantes onde sabem que existe comida adequado às suas necessidades, ou no caso de não haver possibilidade escolha de restaurantes, ver no cardápio quais as melhores opções ou quais as opções maia saudáveis e nutritivas.


Perguntem aos funcionários como é que a comida é confeccionada, que molhos traz, se é feita em manteiga ou azeite, se é possível comer um cozido ou grelhado em vez de um frito, se têm fruta para a sobremesa, se a fruta é natural ou enlatada,... normalmente os restaurantes vegetarianos/veganos são os mais saudáveis, porque possuem uma variedade de alimentos muitas vezes superior ao dos outros restaurantes.


Um exemplo muito simples é a possibilidade terem vários legumes no prato, crus ou cozinhados, Hidratos de carbono diferentes do arroz e massa de sempre, tal como quinoa, mandioca, batata, proteínas mais "limpas" como as leguminosas...


Mas lá está, tudo isto depende. Para uma pessoa que está habituada ir às cadeias de hambúrgueres com refrigerantes e batatas fritas, é mais saudável ir a um restaurante de massas, mas para uma pessoa que está habituada a "comida de verdade", ir a um espaço só com pizzas e massas não faz muito sentido. Entendem o que quero dizer?


Uma coisa que eu faço quando vou algum espaço que sei que não vou ter comida para mim é levar o meu ta parler com o meu jantar ou almoço. Mas só faço isto em restaurantes conhecidos meus, claro. Quando não conheço, costumo ligar ou ver na internet o menu para saber se existe algo que eu coma. Já por diversas vezes tive de comer saladas básicas, legumes cozidos ou salteados porque não havia mais nada. Mas hoje em dia principalmente nas grandes cidades existe sempre muita variedade. No distrito onde eu vivo, Viana do Castelo, é que ainda não há opções infinitas. De qualquer modo sempre se encontra um ou outro espaço onde fazem ou nos hambúrgueres de leguminosas, ou uns legumes salteados em azeite alho, que também é muito bom, ou um risotto com legumes…. O importante é não dramatizar, e não fazer da má alimentação rotina.