Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Ter | 10.09.19

A mulher do meu marido de Jane Corry

C1014DE2-308E-47ED-8F0C-3E7BEFC88FD7

 

A mulher do meu marido de Jane Corry, pode muito bem ser um livro para ler na praia ou para levar na mala nas férias. Estava à espera de algo completamente diferente. Muito mais de um thriller do que um romance/drama. Tem alguma ação mas achei gigante e com pouco conteúdo. Ok que foram acontecendo coisas, no entanto era tudo muito simples. Só no final é que a história se torna mais intensa e mais interessante.

 

O livro está dividido em duas partes digamos assim, no início, em que Lily e Ed estão casados e Carla é uma criança e que vive ali ao lado, e passado 12 anos, em que Lily e Ed têm um filho, Carla já é uma adulta e volta a entrar na vida de ambos alterando tudo! Mas mesmo tudo! De 0 a 10 este livro leva um 5 só por causa do final, caso contrário estaria no 3 ou 4. Deixo a sinopse abaixo caso queiras dar uma vista de olhos.

 

SINOPSE

O thriller psicológico que vai marcar a rentrée. Uma montanha russa de emoções, intriga e mistério. Primeiro chega o amor, depois o casamento e então... o assassínio.

E se a sua vida foi construída sobre uma mentira?

Lily é advogada e, quando casa com Ed, está decidida a deixar para trás os segredos do passado. Quando aceita o seu primeiro caso criminal, começa a sentir-se estranhamente atraída pelo cliente. Um homem acusado de assassínio. Um homem pelo qual estará em breve disposta a arriscar tudo.

Mas será ele inocente?
E quem é ela para julgar?

Mas Lily não é a única a ter segredos. A sua pequena vizinha Carla só tem nove anos. Mas já percebeu que os segredos são coisas poderosas, para obter o que deseja.

Quando Lily encontra Carla à sua porta, dezasseis anos depois, uma cadeia de acontecimentos é posta em marcha e só pode acabar de uma forma… a pior que Lily podia imaginar.