Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Ter | 04.06.19

A Mulher à Janela de A. J. Finn

B57A47DD-6D75-4452-B033-16F7D76B721B.jpg

 

A mulher à janela é um livro que em certos momentos poderá ser um pouco confuso devido às mudanças de foco constantes. A narradora tanto está no chat Agora a falar com pacientes como está a pensar ou a falar com alguém. Dei por mim a ir reler algumas partes porque já não sabia a que é que se referia. 

 

A história fala de uma mulher, Anna Fox, que sofre de agorafobia e não sai de casa há meses. Quando digo não sai de casa é mesmo não sair de casa. Mas nem por isso deixa de ter contacto com o mundo exterior. E fa-lo através das suas janelas, observando os vizinhos, e, como consequência, sabendo tudo sobre eles.

Mas um dia, algo acontece em casa da família nova do bairro, e Anne fora a única a presenciar.

Mas perante o seu estado, de alguma dependência de álcool e medicamentos, será que alguém acreditaria nela mesmo que conseguisse partilhar o que viu?

 

Mais uma vez trata-se de um livro bem viciante, que não consegui parar de ler nem de pensar nele mal o tive na mão. Na primeira leitura foram logo mais de 130 páginas e até adormeci com o livro ao lado. Adoro quando uma história me prende assim.

 

Acho que o início poderia ter um ritmo um nadinha mais acelerado, mas é normal no princípio das histórias.

 

As últimas 40 páginas são surpreendentes. A história acabar por dar uma reviravolta a certo momento. Umas coisas mais previsíveis que outras mas algo bem inteligente.

Recomendo!!

 

O que andam a ler?

 

9E3BCD1B-6015-4C08-974A-30A19810CD18.JPG

2 comentários

Comentar post