Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Tortilha de Grão de Bico e Batata Doce

0D46869D-FB84-41BE-8DFF-0DF1092A4D40.jpg

 

Esta receita é um espectáculo! Veganos e/ou amantes de tortilha, nunca mais terão de chorar e sofrer por causa dos ovos que tinham de colocar nesta receita, mas não podem ou não querem, por um motivo ou por outro. O sofrimento acabou! Adaptada do livro "Cozinha Vegetariana para Festejar" de Gabriela Oliveira com algumas alterações para a tornar mais ao meu gosto, aqui vai.

 

E uma frigideira, como a da fotografia, desta receita INCRÍVEL necessitam de:

500g de batata doce

1 cebola

1 talo de alho francês

1 chávena de espinafres

1 chávena de água

1/2 chávena de farinha de grão de bico - usei esta

1/2 chávena de amido de milho ou farelo de aveia

2 colheres de sopa de linhaça dourada moída - usei esta

10 azeitonas

Azeite ou óleo de coco q.b.

2 raminhos de salsa

1/2 colher de café de açafrão

Pimenta q.b ou outras especiarias

 

Corta-se a batata em rodelas, a cebola e o alho francês em juliana. Pica-se os espinafres, azeitonas e salsa.

Numa frigideira, com uma colher de azeite ou óleo de coco, salteia-se a cebola até ficar translúcida. Junta-se o alho-francês, a batata e mais um fio de azeite ou óleo de coco. Tapa-se e deixa-se cozinhar até ficar macio, mexendo ocasionalmente. Acrescentam-se os espinafres, salsa e azeitonas e tempera-se com as especiarias, envolvendo bem. Reserva-se.

 

À parte mistura-se a farinha de grão, o amido, a linhaça e água, batendo com uma vara de arames para que fique sem grumos. Tempera-se com açafrão.

 

Noutra frigideira deita-se um frio de azeite ou óleo de coco e, quando estiver quente verte-se a mistura das farinhas e, de seguida, o preparado da batata, alisando o topo. Tapa-se e deixa-se cozinhar em lume baixo por 10 minutos, virando a meio do tempo, para que doure de ambos os lados. Para virar a tortilha descola-se os rebordos com uma espátula e transfere-se para um prato. Depois transfere-se novamente para a frigideira de forma a acabar de cozinhar. 

 

AF507872-A473-43D4-BF83-A3E15875F6ED.jpg

O que tens mesmo de comprar na Prozis se é a tua primeira vez

FKVL3414.JPG

   

Acho que é uma das questões mais feitas de sempre. "Nunca comprei nada na Prozis, o que achas que devia adquirir?". Pois bem, aqui vai a resposta. É um TOP 17 que poderia ser um TOP 18 ou TOP 19 ou 45, mas para não ser demasiado extensiva decidi-me pelos essenciais mais essenciais de todos. Ora vejam.

 

100% Vegetable Protein New Formula, ou a minha proteína vegetal favorita! Com 24,3g de proteína por dose (30g), sabores diversos, apta para veganos, vegetarianos e não só, é uma das melhores proteínas do mercado, e a melhor proteína vegan. Opto quase sempre pelo sabor de chocolate, morango ou baunilha, mas a de bolacha e nata é igualmente deliciosa.

 

100% Whey Prime 2.0, a melhor proteína para quem não é vegan. Com mais de 80% de concentração de proteína pura, é ainda fortificada com creatina, BCAA e glutamina. É a que mais recomendo, porque é a melhor para quem quer aumentar a massa muscular,a mais completa e das mais baratas também.

 

Oatmeal - Aveia Integral, para as tuas receitas de panquecas, pão, bolos, biscoitos, papas,... o que quiseres. Não te pode faltar na cozinha, até porque existem 6 sabores diferentes. Entre cheesecake de morango e bombom, é só escolher.

 

Protein Bread Organic, um dos pães que mais uso, este e o da Prozis. Tem óptimos valores nutricionais, é óptimo para encher o estômago, é biológico, vegan, vegetariano e os ingredientes usados são bons. Adoro torrar e comer com queijo vegan e/ou manteiga vegan e/ou doce de figo.

 

Organic Gluten Free Chestnut Flour, ou, como quem diz, farinha de castanha. É a minha farinha FAVORITA! Serve para fazer tudo que uma farinha de milho ou de trigo serve, tal como a Oatmeal. A diferença é que esta não sabe a morango ou a chocolate como a primeira. É perfeita para fazer pizzas, croquetes, rissóis, pasteis (salgados),... Tudo o que não tiver de saber a chocolate ou morango. Está sempre esgotada, por isso quando há compro logo duas. Não se assustem com o preço. Juro que não se vão arrepender! Além do mais os valores nutricionais são do melhor que há.

 

Cutgenic, o meu creme para a celulite, que uso e recomendo há dois anos, mais coisa menos coisa. É o único que uso meeeesmo. Já experimentei alguns e nenhum resulta tão bem como este. Quando usava sempre (porque agora baldo-me um pouco), colocava de manhã e/ou à noite, porque usava em conjunto com outro, também da Prozis. De qualquer modo, após o banho é suficiente, seja a que horas for. O creme, na maioria das pessoas, tem efeito quente e, muitas vezes, deixa a pele vermelha, dando a sensação de ardência. Mas não se preocupem que ao fim de uma horita a coisa passa.

 

Veggie Protein 36 g, estas barrinhas são qualquer coisa de extraordinário. São isentas de glúten, de lactose, vegan e sem OGM. Têm 20% de proteína de origem vegetal e os ingredientes são fantásticos. Os sabores são a pizza, sésamo, grelhado e mix de vegetais. A minha favorita é a de pizza, mas qualquer uma é boa escolha. Esta é outra coisa que passa a vida esgotada, por isso apressem-se.

 

 LRJT5457.JPG

 

 

Castanhas-do-Brasil, um dos frutos secos que as pessoas deviam comer TODOS OS DIAS, três ou quatro castanhas por dia. Mais que isso faz mal por causa do selénio, e da possível intoxicação por causa deste, menos que isso é pouco. Saciam, são práticas, fazem bem, são saborosas,... Comam!

 

Date Syrup, para adoçar as receitas de bolos, panquecas (também dá para o topping), biscoitos, e tudo que vocês quiserem. É xarope de tâmaras, o caramelo da natureza. É delicioso e é um dos "açúcares" melhores do mercado.

 

 

ERBR4733.JPG

 

Protein Pasta, com 31g de hidratos de carbono, 5,1g de fibra, 1,6g de gordura e 50g de proteína, é das melhores massas que podemos encontrar em termos nutricionais. Treines ou não, opta por substituir o esparguete que comes normalmente por este. O sabor não é exactamente igual. Este é ainda mais duro, mas fica perfeito com molhos de tomate, bolonhesas, molho de soja,...

 

Vitamina C, o suplemento que toda a gente devia tomar, a menos que tenha vitaminose desta vitamina. Previne e cura constipações, desempenha um papel essencial na formação do colagénio, que é importante para a saúde da pele, dos dentes, dos ossos e de outras estruturas do nosso corpo. Também faz parte do metabolismo de produção de energia e pode contribuir para a redução do cansaço e da fadiga. Tem uma acção antioxidante, ou seja, capacidade de ajudar a proteger as células do stress oxidativo causado pelos radicais livres. Além disso, a vitamina C contribui para a manutenção do normal funcionamento do sistema imunitário, durante e após a realização de exercício físico intenso. Precisam de mais motivos para usar?

 

RSPM7137.JPG

 

 

Manteiga de amêndoa, mais uma das minhas manteigas favoritas. É a manteiga mais saudável do mercado e é deliciosa. Troquem a manteiga de lacticínios por esta aos vossos filhos e pais durante um mês e depois digam-me se quiseram voltar à antiga.

 

Protein Cookie 90 g, porque isto não pode ser só comida, tem de haver um docinho. Este é o meu favorito. Uma cookie gigante, maior que a minha mão, que pode ser o lanche de qualquer pessoa, porque não tem ovos, leite, soja, nenhum dos seus ingredientes foi geneticamente modificado e não contém adoçantes. É vegan, e não parece nada. Cada Protein Cookie contém até 22 gramas de proteína 100% à base de plantas, e 445 Kcal. 

 

Peanut Choco Butter, é a minha "nutella". Uma manteiga de amendoim que não sabe a amendoim. É bem líquida, menos cremosa que a manteiga de amendoim, menos pastosa, mas muito mais saborosa. Como às colheres a maioria das vezes, mas se quiserem ser sensatos coloquem nos toppings das panquecas ou barrem as vossas tostinhas com ela. 

 

EMJI4028.JPG

 

Manteiga de Caju, uma das minhas manteigas favoritas, está sempre cá em casa. Perfeita para, tal como qualquer manteiga, barrar no pão/tostas/panquecas, usar como topping do que seja, misturar nos iogurtes ou batidos, usar como "ovo" para bolos e receitas docinhas. Não existe uma dose diária recomendada, sendo que a dose que cada um deve/pode comer é variável. De qualquer forma, em casos ditos normais 20 a 30g são a quantidade perfeita (se conseguirem ficar por aqui).

 

Óleo de coco 100% biológico, para untar a frigideira, fazer receitas como o chocolate bounty caseiro, é o óleo resistente a temperaturas elevadas, o que o torna numa boa escolha para cozer, fritar e assar. Azeite para temperar, óleo de coco para cozinhar.

 

Muitivitamínico, essencial para toda a família. Melhor que muitos multivitamínicos que se vendem por aí, contém zinco, que está envolvido na síntese de enzimas e hormonas, magnésio, para reduzir a fadiga e o cansaço, vitaminas do complexo B, que contribuem para o metabolismo normal de energias, e vitaminas A, C, D, E e K, ente outros micronutrientes vitais.

 

Assado de Tomate e Beringela

IMG_6208.JPGIMG_6210.JPG

 

Adaptado do livro "As Delícias de Ella para os Amigos", de Ella Woodward, esta é mais uma receita muito boa!

 

Para 6 doses necessitam de:

2 beringelas

2 courgetes

Sal rosa

Pimenta q.b ou outras especiarias

3 colheres de sopa de azeite e mais para pincelar

1 bolbo de funcho cortado finamente

3 pimentos vermelhos sem sementes e cortados grosseiramente

6 dentes de alho esmagados

4 colheres de chá de pimentão doce fumado

Cerca de 600g de tomates cortados aos pedaços

2 colheres de sopa de polpa de tomate

Tomilho

100g de farelo de aveia

Rasoa fina de 1 limão

25g de salsa, só as folhas picadas

 

Para o molho de "queijo"

150g de cajus demolhados durante pelo menos 4 horas e depois escorridos

2 colheres de sopa de levedura nutricional

1/2 colher de chá de pimenta caiena (opcional)

Sumo de 1 limão

 

 

Pré aquece-se o forno a 180ºC.

Corta-se a beringela longitudinalmente em fatias com cerca de meio centímetro e dispõe-se num tabuleiro, numa única camada. Salpica-se com sal e deixa-se repousar para a água escorrer. Cortam-se também as courgetes da mesma forma.

Grelham-se as courgetes ambas por 10 minutos, depois de pinceladas com azeite, e quando ficarem douradas viram-se cada fatia e grelham-se mais 5 minutos.

Reservam-se. Continua-se a fazer o mesmo com todas as courgetes.

Começa-se a preparar o molho de tomate.

Aquece-se cerca de 3 colheres de sopa de azeite numa frigideira grande antiaderente e adiciona-se o funcho cortado, o sal e a pimenta.

Salteia-se durante cerca de 3 minutos antes de adicionar o pimentão doce e mexer bem para revestir- Junta-se o tomate e a polpa o tomilho e deixa-se cozinhar em lume brando a reduzir durante pelo menos 20 minutos.

Entretanto pode-se avançar com as beringelas.

Usa-se papel de cozinha para retirar o sal e água das fatias de beringela e começam-se a grelhar.

Grelha-se durante 1 minuto de cada lado e reserva-se. Assim que as beringelas estiverem bem passadas o molho há de estar reduzido a um terço e ter um ar brilhante. Vai servir para revestir as costas de uma colher. Se assim for pode-se começar a montar o assado.

Colocam-se as avelãs num tabuleiro e deixam-se torrar durante 7 a 10 minutos, para que fiquem douradas. Deixa-se arrefecer.

Usando um tabuleiro de lasanha põe-se uma camada de beringela no fundo, seguida de uma camada de molho de tomate e uma de courgete. Repete-se até já não haver ingredientes.

Tapa-se com folha de alumínio e coloca-se na prateleira do forno durante 30 minutos.

Agora faz-se o molho de queijo. Juntam-se todos os ingredientes numa liquidificadora até obter uma pasta homogénea e tempera-se bem.

Retira-se a folha de alumínio do assado e verte-se o molho por cima, deixando cozinhar mais 10 minutos.

Retira-se o assado do forno e salpica-se com metade da mistura das avelãs.

Beringela à Parmesana deliciosa

  6241733200_IMG_3917.JPG

 

6241733200_IMG_3916.JPG

 

Adaptado da receita de Beringela à Italiana do livro "Como assim Vegan?", esta receita dá para 2 a 3 doses e é absolutamente deliciosa! É dos meus pratos favoritos, e sempre que vou a um restaurante que tem é o que peço.

 

Ora vamos lá ao que interessa.

Para a base:

2 beringelas largas

Azeite q.b.

80g de queijo parmesão da Violife - Compro na Ervanária Portuense do Porto ou de Viana, mas é melhor verem no site onde comprar porque existem mooontes de locais que têm (não existem nos hipermercados)

Molho de tomate a gosto

 

Topping:

30g de farelo de aveia ou castanha do brasil ralada (também podem usar pão ralado)

1 colher de chá de orégãos

1 colher de sopa de azeite 

 

 

Pré-aquece-se o forno a 230º. 

Corta-se a beringela longitudinalmente em rodelas com cerca de meio centímetro e pincela-se com azeite.

Assa-se por 10 minutos, e quando ficarem douradas vira-se cada fatia e assa-se mais 5 minutos.

Retira-se do forno sem o desligar e reserva-se até o molho do tomate estar pronto. Para isso basta usar 2 ou 3 tomates médios e refogar com um pouco de azeite e especiarias a gosto. Adoro colocar pimenta, manjericão e misturas de ervas.

Altura de montar as camadas, começa-se por barrar o fundo da forma com molho de tomate de forma a ficar completamente coberto. Acrescenta-se a beringela (4 a 6 fatias dependendo do tamanho da forma) e 1/3 do parmesão. Repete-se até não ter mais ingredientes e, no fim, polvilha-se com farelo de aveia/castanha do brasil ralada/pão ralado, já misturado com o azeite e especiarias..

Vai ao forno a gratinar 10 a 15 minutos.

 

6241733200_IMG_3914.JPG

Pataniscas Vegan

A62861B1-9B91-496F-9913-6161E8D1DDED.jpg

 

33293F32-587B-4CD8-9F21-E2BF1C0D0995.jpg

 

Adaptado do livro "Como assim Vegan?", para cerca de 6 pataniscas médias necessitam de:

100g de farinha grão de bico

1 cenoura ralada (75g)

10g de coentros picados

10g de salsa picada

3 pés de cebolinho (20g)

1 colher de sopa de óleo de coco

1/4 de colher de sal rosa

Pimenta q.b ou outras especiarias

 

Juntam-se todos os ingredientes num processador de alimentos e tritura-se até ficar uma massa homogénea. 

Retira-se a mistura do processador, coloca-se o óleo de coco na frigideira e põe-se duas colheres de sopa da massa e espalha-se até formar um círculo.

Frita cerca de 3/4 minutos de cada lado até ficarem douradinhas.

Repete-se o processo até terminar a massa.

Está pronto a servir :)

No livro as sugestões passam por manga, iogurte de coco e molho picante, mas ficam ótimas com arroz, com salada, com ambos,...

 

Couve-Flor com Pesto de Castanha do Brasil

IOPR7825.jpg

 

TMAL7903[1].jpg

 

XNUE8742[1].jpg

 

Para uma travessa, que serve 2 a 3 pessoas, precisam de:

Para o assado de Couve-Flor

1 couve flor

1 pitada de pimenta q.b ou outras especiarias

2 colheres de sopa de azeite

 

Para o Pesto de Castanha do Brasil

6 colheres de sopa de azeite

5 colheres de sopa de castanha do brasil

Umas gotas de limão

Cebolinho fresco q.b

Sal rosa (opcional)

 

 

Parte-se a couve-flor e coloca-se numa travessa de ir ao forno, com a pimenta e o azeite. Fica no forno cerca de 40 minutos a 180ºC, ou até ficar pronto. Cuidado para não queimar.

Enquanto isso prepara-se o pesto de castanha do brasil.. Colocam-se todos os ingredientes numa taça para triturar. Tritura-se até ficar um molho perfeito. Podem usar na salada, como molho de couve-flor ou em tudo que usariam um molho de pesto.

Puré de ervilha e hortelã

 

11B25180-76C6-48E7-8566-9FD60AD9766C.jpg

 

57F42ED2-C8DA-4560-99E4-83D1867FA4C5.jpg

 

 

Para 2 pessoas:

500g de ervilhas

6 colheres de sopa de azeite

Sumo de 1/6 de limão

1g de hortelã

Pimenta q.b ou outras especiarias

 

Cozer as ervilhas até levantar fervura.

Cozinhar em lume brando durante 2 minutos

Escorrer e colocar os restantes ingredientes numa taça. Triturar com a varinha mágica até ficar um puré homogéneo.

Está pronto a servir.

Tofu panado, assado e almôndegas de tofu

Como as receitas de hoje levam tofu e são muito semelhantes, achei por bem juntá-las num só post.

Então, utilizo várias ervas aromáticas para temperar: Manjericão, gengibrecurcuma, pimenta preta, paprika, depois um pouco de vinho branco de cozinha, azeite, molho de soja, sumo de 1/4 de limão ou 1/2 limão mais pequeno e óleo de coco para cozinhar, quase tudo a olho. Deixo marinar, no mínimo 20/30 minutos.

 

Agora as diferenças destas três receitas.

 

Para o Tofu panado (cerca de 300g de Tofu) usei:

3 colheres de sopa de farinha de grão de bico - podia ser de castanha, de arroz, de aveia,...

4 colheres de sopa de farinha de linhaça (linhaça triturada)

3/4 colheres de sopa de sementes várias (o suficiente para dar para toda a quantidade de tofu)

 

Misturam-se as duas farinhas e passa-se o tofu por elas (como um panar normal).

Seguidamente passa-se pela mistura de sementes.

Vai ao forno a 180º numa travessa.

Depois de 20 minutos deve-se virar e deixar mais 10/20 minutos.

Está pronto a comer.

 

A8D48FC9-A2A4-4DD0-BC0D-E3EDD13AAD16.jpg

 

 

Para o tofu assado não necessitam de mais nada. O molho do tempero serve para dar o gostinho que queremos.

Vai ao forno a 180º numa travessa.

Depois de 20 minutos deve-se virar e deixar mais 10/20 minutos.

Está pronto a comer.

0C1F0BE5-C2E3-4D87-B2E9-14981B701FAD.jpg

 

Ambos podem ser servidos com arroz, quinoa, massa, batata doce em chips ou assada, saladona,... o que quiserem.

 

 

Para as almôndegas de tofu (cerca de 400g), necessitam de:

4 colheres de sopa de água morna

2 ou 3 colheres de sopa de farinha de grão de bico ou farinha de castanha

Amêndoa moída ou farelo de aveia para envolver

2 colheres de sopa de coentros picados 

2 colheres de sopa de linhaça moída

2 dentes de alho

1 colher de sobremesa de sumo de limão

1 a 2 colheres de molho de soja ou leite de coco

1/2 chávena de molho de tomate

Pimentão doce, cominhos e tomilho q.b

Cebolinho e manjericão para servir

Azeite ou óleo de coco q.b.

 

73A4E139-9334-43BF-9C0F-661C4989C103.jpg

 

Tritura-se o tofu num processador de alimentos ou esmaga-se com um garfo. Em seguida aquece-se a frigideira com um fio de azeite ou óleo de coco e salteia-se o alho até ficar dourado.

Junta-se o tofu e tempera-se com o molho de soja, pimentão doce, cominhos e tomilho, e deixa-se cozinhar durante 5 minutos.

Adicionam-se os coentros e o sumo de limão, e deixa-se ao lumo por mais 2 minutos, mexendo bem.

Numa taça mistura-se a linhaça com a água até formar uma goma. Verte-se para a frigideira e mistura-se. Depois junta-se a farinha e continua-se a mexer até a massa ficar compacta.

Deixa-se arrefecer um pouco e moldam-se as almôndegas. Por fim passam-se por pão ralado ou amêndoa moída.

Vai ao lume com o molho de tomate e deixa-se cozinhar de 3 a 5 minutos. 

 

DBF1CD16-4D62-4669-A503-8E438B7645E2.jpg

 

A receita foi adaptada de uma de almôndegas de seitan do livro da Gabriela Oliveira.

Falafel

Esta receita veio do livro "As Delícias de Ella" e achei particularmente interessante. Foi a primeira que experimentei e não será a última certamente.

 

Normalmente adapto as receitas e respectivos ingredientes ao que mais gosto/uso/me interessa, portanto não é exactamente igual ao livro.

 

Ora cá vai.

Para 8 bolinhas pequenas necessitam de:

1/2 punhado de coentros frescos picados

1/2 dente de alho esmagado

Sumo de 1/2 limão

1/2 colher de sopa de azeite

1/2 colher de sopa de xarope de tâmara

1/2 colher de sopa de puré de maçã

1/2 colher de sopa de cominhos moídos

1/2 colher de sobremesa de açafrão

1/2 colher de sobremesa de taíne

1 lata de grão de bico (200g)

20g de pinhões

Uma pitada de farinha de grão de bico/castanha/quinoa 

Sal rosa e pimenta q.b

 

Pré aquecer o forno a 200º (ventilado a 180º).

Junte todos os ingredientes num processador de alimentos, menos o grão, pinhões e farinha. Bata até estar tudo misturado, mas com textura granulosa.

Coloque o grão e pinhões num processador e bata cerca de 20 segundos ou até ficarem desfeitos mas não em forma de húmus (puré).

Molde as bolinhas com as mãos e envolva-as em farinha. Coloque no forno cerca de 25 minutos ou até estarem douradinhas e estaladiças.

Cuidado para não deixar queimar.

 

A6045D23-5505-4B9F-B678-663A21A754B7.jpg

Bife (de seitan) à pimenta

A receita foi inventada e ficou uma delícia!

 

BC81893B-E7DC-4790-989C-469707FDF372.jpg

 

Para duas pessoas necessitam de:

naco de seitan de 250g

2 colheres de sopa de queijo de barrar de tomate e manjericão da Violife

150ml de leite de coco da Origens Bio - Desconto com cupão ORIGENSCAROLINA em toda a loja online

1 colher de sobremesa de óleo de coco - Desconto com cupão FFFF-10 em todo o site

Uma colher de café de pimenta preta em grão/bolinhas

Uma colher de café de manjericão da Casa de Penalva

 

C27B2E18-C88C-4CB3-90CA-D9B9FB64C5F8.jpg

 

 

Corta-se o seitan às fatias (como se fossem bifes). 

Colocam-se numa frigideira anti-aderente com uma colher de sobremesa de óleo de coco. 

Deixa-se a grelhar um pouco.

Junta-se o molho, o leite de coco, o queijo de barrar de tomate e manjericão, o manjericão e a pimenta preta.

Mexe-se até ficar uma mistura homogénea.

Está pronto a servir.

Também fica perfeito com cogumelos no molho.

 

00E9A352-FB8B-498F-A39B-DD956417322F.jpg

 

44BEEB80-2C5D-492F-989E-685C4EDD9F97.jpg

 

Outra boa opção é fazer uma sandocha com isto :p E aqui entra o pão proteico da Prozis que a-d-o-r-o! Dá uma combinação perfeita nesta receita.

 

6174664016_IMG_9053.JPG

 

Gosto de comer este bife quentinho mas também é uma boa opção para levar para a praia e comer mais fresco.