Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Os benefícios de beber um copo de vinho

Toda a gente já ouviu dizer que um copinho de vinho tinto à refeição só faz bem. Pois é. Hoje resolvi falar nesse assunto. Fiz um apanhado de algumas notícias e estudos que se encontram facilmente na Internet, resumi e coisa e tenho aqui o essencial para vocês.

 

De acordo com o chefe da investigação, Jason Dyck, da Universidade Alberta no Canadá, pode-se associar o consumo de um copo de vinho tinto por dia à prática de exercício físico. Porquê? Há um aumento do ritmo cardíaco em ambas as situações.

 

Mas cuidado que um copo de vinho não se pode igualar aos benefícios da prática do mesmo. Jason acha que o resveratrol “pode ajudar pacientes que querem fazer exercício, mas têm algum tipo de incapacidade.” Ou seja, consumir a substância pode assemelhar-se aos efeitos do exercício físico na medida que acaba por reforçar os músculos.

 

vinho_tinto.jpg

(Imagem Google)

 

Está provado que a ingestão da bebida diminui o risco de várias doenças, protege as artérias e tem um efeito anti-inflamatório que pode, também, ajudar a prevenir o envelhecimento.

 

Mas apenas se o consumo for moderado. E o que é isso de um consumo moderado? É, nada mais, nada menos, do que nunca beber mais do que um a dois copos por dia.

 

É que o consumo exagerado está directamente relacionado com a toxicidade do álcool que, por sua vez, afecta o sistema nervoso central e pode até ser responsável pelas constantes perdas de memória. Outra desvantagem considerada a longo prazo relaciona o consumo desregrado de vinho tinto com o aumento do risco de alguns tipos de cancro. 

 

Um copo de vinho tinto à hora do jantar ajuda a aumentar os níveis de “colesterol bom” (HDL) em pessoas com Diabetes tipo 2, além de lhes permitir melhores noites de sono.

 

Na lista de vantagens é importante evidenciar ainda a presença de etanol. “Um vinho sem álcool pode não ter o mesmo efeito, até porque o facto de o etanol estar presente na bebida ajuda a potenciar os benefícios do néctar”.

 

É desta que começo a beber um copito de vinho ao jantar?