Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Então e livros?? - "Pequenos Vigaristas" de Gillian Flynn

Mais uma encomenda feita na Wook, e mais um livro devorado no mesmo dia. Poucas eram as páginas, é verdade, numa hora despacha-se o mais recente livro da Gillian Flynn, "Pequenos Vigaristas".

 

 

IMG_8177.JPG

 

A sinopse é curta e intrigante.

"Uma jovem astuta tenta sobreviver num universo marginal, mas sobretudo inofensivo. Numa manhã chuvosa de Abril, está a ler auras em Palmas Espirituais quando chega Susan Burke. Excelente observadora do comportamento humano, a nossa narradora faz imediatamente o diagnóstico: uma mulher rica e infeliz, ansiosa por um pouco de drama e emoção. Mas quando vai visitar a estranha casa vitoriana onde Susan vive, e que é a causa do seu terror e angústia, percebe que talvez já não seja preciso fingir que acredita em fantasmas… Miles, o enteado de Susan, também não ajuda. Não tarda a que os três se debatam para descobrir onde reside efectivamente o mal, e se existe alguma possibilidade de fuga."

 

Confesso que não a tinha lido, ao contrário do que costumo fazer quando compro um livro. Apenas me cingi aos comentários de pessoas que haviam lido o livro e pronto. Também já tinha uma noção da escrita desta autora e tinha gostado muito, daí não ter qualquer dúvida em adquirir a obra depois de tantos comentários positivos.

 

Acabei por ficar com a mesma impressão que muitas das pessoas. O livro é óptimo e deu vontade de mais. É uma história muito curta que me abriu o apetite e terminou muito rápido. Muito bem escrita, como não seria de esperar de Gillian Flynn. Ainda vou comprar mais um ou dois livros dela, o "Em Parte Incerta" e o "Lugares Escuros" deixaram-me muito curiosa. Apesar de já ter visto o filme "Em Parte Incerta" acho que o livro poderá ser uma boa surpresa.

 

Voltando a "Pequenas Vigaristas", grande narração, sempre descrições dos personagens avassaladoras, cheias de pormenores que nos deixam de boca aberta. Esta escritora tem uma capacidade de descrição que considero brilhante. Nada lhe escapa. Conseguimos imaginar realmente as situações e os personagens, como eles são ou não. Ficamos viciados nos livros e com vontade de ajudar. Entramos realmente na história com uma facilidade tremenda.

Gosto muito disso. Gosto de me sentir presa ao livro (no bom sentido é claro), de querer acabar rapidamente para saber o que vai acontecer, o desenrolar da história, mas ao mesmo tempo ter pena de acabar por ser tão bom.

1 comentário

Comentar post