Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Como fazer refeições saudáveis fora de casa?

É fácil, é facílimo! Seguem alguns conselhos/dicas/sugestões de forma a ajudar-vos a "fazer refeições saudáveis fora de casa" e eu posso ir por duas vertentes, ora leiam.

1º Ler o blog da Carolina Gomes da Silva (que por acaso é este mesmo), onde encontram diversas dicas de alimentação, receitas e essas coisas que vocês já sabem;

2º Seguir algumas das dicas que lá encontram porque acho que sendo básicas são fáceis de perceber e de executar;

3º (Agora sim) Organização e planeamento! É preciso ter organização para pôr em prática tudo isto que vai ser dito a seguir. Organização de compras, porque têm de antecipar o que precisam comprar de forma a prepararem as vossas refeições.

Organização de tempo, para poderem planear bem o que vão comer ao longo do dia sem que nada falhe.

Organização familiar, para não serem interrompido com problemas ou coisas a fazer na hora de preparar as vossas refeições.

4º Preparar as marmitas em casa. Ao prepararem as vossas refeições antecipadamente a probabilidade de errarem, de pecarem, de desatarem a comer tudo quanto é fast food e porcaria é menor. Acreditem que depois de comer as vossas coisas saudáveis não vão ter assim graaaande vontade de atacar umas chamuças ou um pão com presunto. Acho du vá, mas só Deus sabe o que se poderá passar dentro das vossas cabeçorras;

5º Levar as marmitas com vocês sempre que saiam de casa. Sim porque há sempre umas sumidades (tipo eu), que por vezes prepara e não se lembra de ir buscar ao frigorífico antes de sair;

6º Não ceder à tentação!! Esta é a mais complicada para algumas pessoas, para outras é o mais fácil. Tentações há muitas, e só nós podemos perceber o que queremos. Mantermo-nos fortes ou deixar que a bela da bola de berlim, aquele hambúrguer que tanto gostamos, as bolachinhas do coffe break ou os bolinhos ao lanche nos prejudiquem. Sim, porque o prazer existe e toda a gente o sabe, mas é momentâneo, são apenas uns segundos. Para queimarmos esses "pecados" depois podemos andar dias e dias, semanas, anos até se for preciso;

7ºAndar sempre com uma garrafa de água. No trabalho, na carteira, no carro, o importante é ter água connosco. Assim não há cá bebidas açucaradas nem nada do género;

 

Esta foi a primeira vertente. Agora a segunda...

8º Se não fizerem nada do que estava escrito acima e preferirem fazer as refeições fora de casa sem terem de se maçar com tupperwares e mais tupperwares a dica é procurar locais com opções saudáveis. Apesar de já haverem alguns ainda não são muitos, portanto há que ter ciente o que podemos/devemos comer e o que está ali só para confundir. Nas pastelarias há quase sempre sumos naturais, aproveitem essa alternativa. Apesar de ser só açúcar é melhor que beber um sumol.

Nos restaurantes há quase sempre sopas, saladas, grelhados, ovos, arroz e com isso é possível montar um prato que não faça tão mal à saúde como o belo do bitoque.

Depois há momentos em que temos de fazer escolhas que, mesmo não sendo boas são melhores que outras se as compararmos. Exemplo, uma tosta mista acaba por ser melhor que uma ida ao Mc Donalds, um bolo de arroz acaba por ser melhor por um palmier coberto de creme,... Não estou a dizer para comerem estas coisas, estou apenas a exemplificar para perceberem que por vezes o melhor é o que conseguimos de melhor, porque não temos mesmo outra opção.

Andar com um saquinho de frutos secos na carteira acaba por não pesar, não ocupar nada e ser a salvação em horas de "desespero". O mesmo podem fazer com um saquinho de sementes e incluir nas sopas de forma a tornarem-nas mais nutritivas.

Portanto agora só depende de vocês! Escolham o que vos faz melhor. Vão ver que vão gostar.