Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GO CAROL

BEM-ESTAR, FITNESS, COZINHA OVOLACTOVEGETARIANA E A MINHA VIDA NO GERAL (E ÀS VEZES NO PARTICULAR)

Barriga mais lisa em pouco tempo

928FF29A-7D19-4A32-8C4B-15A92C6E7D58.jpg

 

Andei a testar este drenante e tenho a dizer que:

-Boa relação qualidade preço

-Não usei como dizia na embalagem. Bebi 2 "shots" por dia antes das refeições principais

-Quanto ao sabor... Bebe-se perfeitamente. Até gostei do sabor... mas não me sabia a nada em específico. Era doce mas não a ponto de ser enjoativo

-Ajuda bastante a ter e manter a barriga lisa

-Resulta

-Resulta mesmo

-Mas também só resulta se a alimentação, descanso, treino e água estiverem presentes

-O melhor a fazer quando a "drenagem" acabar é: boa alimentação -> eliminar fritos, gorduras más, açúcar refinado e farinha brancas do menu introduzir ou aumentar o consumo de fruta, legumes, leguminosas, água e oleaginosas (para mim isto é o essencial da alimentação). E não deixar de praticar exercício físico. Pelo contrário! Mexam-se que os resultados podem demorar mas aparecem. Nada de desistir

-Encontram-no aqui e há 10% de desconto com o cupão FFFF-10 + OFERTA de CLA até dia 31 de Agosto, óptimo para conjugar com a toma do drenante e aumentar os resultados

Brownie Cru de Nozes

Se repararam, se estiveram um pouco atentos, conseguiram perceber que adorooo brownies! Há moooooooontes de receitas no blog, e nunca me canso de experimentar novas, de adaptar antigas, de criar umas por cima de outras. Esta é a receita MAIS SIMPLES de Brownie, até agora publicada aqui. É também a que tem menos ingredientes e, para mim, a MELHOR de TODAS!

 

Para 6 fatias médias necessitam de:

160g de Nozes e 50g de amêndoas (ou apenas nozes)

120g de Tâmaras Medjoul (mais ou menos 6)

2 colheres de sopa de Cacau cru em pó

 

68E63307-301A-47CA-A6FB-6ECD45F9D236.jpg

 

F4EA6ED5-EE3E-4649-B75E-E38C01385613.jpg

 

4B9941BB-A742-4D64-9D80-61B0B4CD237E.jpg

 

 

 

1-Descaroçam-se as tâmaras.

2-Trituram-se as nozes até ficarem bem partidas.

3-Juntam-se as tâmaras e volta-se a triturar.

4-Junta-se o cacau cru em pó e tritura-se novamente.

5-Vai ao congelador durante uma hora, depois de devidamente colocado em forminhas, numa forma gigante ou numa terrina, como preferirem.

6-Está pronto a servir findo esse tempo. Guardo no frigorífico. Aguenta uns dias (se aguentarem não devorar tudo de uma vez).

 

F6A49A95-0E2E-45BA-9E9C-29E4E057AA13.jpg

 

Fácil?

Headphones novos precisam-se

Se há coisa que já me fez gastar dinheiro foram os headphones. Já tive (e tenho) imensos e acabam sempre por se estragar, por deixar de funcionar,... Como ando numa de "estudo de mercado" dos headphones, aqui ficam alguns dos que encontrei.

Jejum Intermitente

Uma moda? Uma mania? Pois é, hoje em dia muito se ouve falar no jejum intermitente. Para quem ainda não fez, não conhece, não sabe o que é, para que serve, se tem benefícios ou não, aqui fica um post bem elucidativo (na minha humilde opinião), do que isto é.

 

Já alguns meses que faço jejum intermitente, e como considero algo benéfico, mas não para toda a gente, por exemplo crianças, idosos, grávidas ou algumas pessoas com problemas/doenças que tenham origem alimentar e/ou psicológica, como anorexia e bulimia, resolvi escrever sobre o assunto.

 

Para começar convém referir que existem vários tipos de jejum intermitente. Os protocolos mais comuns de jejum intermitente tem uma duração de 12 horas, 14 horas, 16 horas, 18 horas, 24 horas ou 36 horas. Existem outros protocolos, como comer 5 dias por semana e restringir o número de calorias dos outros dois dias a 500/600 calorias ou jejuns intermitentes de 24 horas duas vezes por semana, mas desses não vou falar.

 

IMG_2218.PNG

 

O jejum de 12 horas é o mais fácil de fazer e, talvez por isso, o mais praticado também. Consiste em não comer durante 12 horas (obviamente, acho que perceberam...), o que em teoria não é complicado, basta saltar uma refeição, a ceia ou o pequeno-almoço, dependendo das horas que se deitem e das refeiçoes que costumam fazer. Em alguns casos, quem não faz ceia habitualmente nem salta refeição nenhuma. Imaginando que a última refeição do dia é às 21h, é suposto voltar a comer às 9h do dia seguinte. 

 

O jejum de 14 horas é a mesma coisa. Se jantamos às 21h ou a última refeição foi às 00h, só voltamos a comer às 11h ou 14h do dia seguinte, respectivamente.

 

IMG_2219.PNG

 

 

O mesmo acontece para as 16h. No caso das 24h é suposto estar um dia inteiro apenas com água, chá e café sem açúcar ou adoçantes. O mesmo para o jejum de 36h.

 

Para quem nunca fez convém por começar com jejuns de 10h a 12h e não com os de 18h ou 24h, por motivos óbvios.

IMG_2217.PNG

  

Desde há uns meses que, praticamente, todos os dias (houve uns 4 ou 5 dias em que não fiz), que as 12 horas de jejum são garantidas. Como nem sempre me deito cedo acabo por fazer uma ceia tardia, muitas vezes depois das 00h/01h, o que complica um pouco isto dos jejuns. Assumindo que depois acordo às 8h ou 9h tenho de ficar até às 12h/13h sem comer, o que implicar saltar o pequeno almoço e lanche da manhã. Para mim faz sentido, para mim é algo bom, mas não significa que todas as pessoas se sintam bem com isto ou tenham de o fazer. De qualquer modo deixo os benfícios para perceberem melhor porque o faço:

 

IMG_2216.PNG

 

A minha principal preocupação nisto dos jejuns é a saúde, e são nesses benefícios que mais me apoio. Para quem não sabe, enquanto estamos sem nada no estômago o organismo está a tratar de outros problemas. Quando comemos o corpo preocupa-se em fazer a digestão, e em todo o processo que lhe está associado. No entanto, se não houver isso para "destabilizar" os restantes trabalhos do nosso sistema, este estará a resolver e tratar possíveis doenças.

  

Para quem está a tentar perder peso é uma forma eficaz de chegar ao objectivo mais rápido SE no periodo em que faz refeições estas forem saudáveis. Sim, porque não serve de nada fazer jejum de 16h e depois comer um balde de pipocas, umas batatas fritas com ketchup ou algodão doce na feira popular. O objectivo é comer bem nas 3, 4 ou 5 refeições que serão feitas durante o resto do dia.

 

"Mas e jejuar não deixa o metabolismo mais lento? Estou fartinho de ouvir que devemos comer de 3 em 3 horas...". Não, pelo contrário. Existem estudos feitos com jejuns de curto período (36 horas ou menos) que mostram que o jejum afinal acelera o metabolismo. No entanto, jejuns por longos períodos de tempo (três dias ou mais) podem tornar o metabolismo mais lento. 

 

IMG_2220.PNG 

"E não é perigoso estar tanto tempo sem comer??" Fazer jejuns até 36 horas por curtos períodos de tempo não é perigoso para a saúde, pelo contrário, como referido acima. A fome é o principal efeito colateral do jejum intermitente. Pode sentir-se fraqueza e muita vontade de comer.

 

"Mas espera lá, eu vejo-te todos os dias de manhã a treinar no Instagram (se é que se pode dizer a coisa assim). Como é que consegues? Tens força? Sentes-te bem? Não desmaias?". Não, nada disso. Sinto-me super bem, cheia de energia e só começo a sentir fome no final do treino, que a maioria das vezes é perto da hora de almoço. Os meus treinos não são em nada afectados, pelo contrário. Tenho aumentado cargas, e exercícios, e vejo o meu treino prejudicado por não ter nada no estômago.

 

Convém referir que durante o jejum podem-se tomar alguns suplementos, desde que não sejam calóricos, como vitaminas, minerais, creatina e BCAA, mas o mesmo não acontece para a proteína whey, que acaba com o estado de jejum.

 

Por fim, o jejum intermitente (até 16 horas) pode ser feito todos os dias, caso a pessoa se sinta bem com isso.

 

Espero ter sido elucidativa, respondido a todas as vossas dúvidas acerca deste processo e incentivado quem precisava deste incentivo para começar. Vou começar a deixar mais um pouco da minha experiência a este nível no Instagram, algo que não faço muito (na verdade só referi algumas vezes no storie que estava em jejum), porque considero um assunto que não deve ser abordado de ânimo leve e que, mais uma vez refiro, não deve ser feito por toda a gente. Qualquer questão que tenham podem deixar aqui, no FacebookInstagram, por e-mail ou por mensagem.

Queimador de GORDURA GRÁTIS!

Para terminar o mês em beleza, de 27 de Agosto a 31 de Agosto às 23.59h, o CUPÃO FFFF-10 dá:

1 Prozis CLA 90 Softgels para compras >30€

 

RWUD9750.jpg

 

 

Se ainda não conheces este produto deixo algumas informações que poderás encontrar no site.

 

CLA  (ácido linoleico conjugado) é um importante ácido gordo da família ómega-6, que está presente em alguns produtos lácteos, como o leite gordo, e em algumas fontes vegetais, como a planta do açafrão.

CLA  é vulgarmente usado por atletas e pessoas que estão a fazer dieta como um suplemento que ajuda a queimar gordura. Este ácido gordo é amplamente conhecido como um eficaz aliado no processo da perda de peso, especialmente quando combinado com rotinas de treino e hábitos de alimentação saudáveis.

 

Porquê tomar o CLA?

Feito a partir de açafrão natural, o CLA da Prozis foi desenvolvido apenas com os melhores ingredientes testados, seguindo rígidos padrões de qualidade, para te dar a dose perfeita, de forma a obteres resultados eficazes.

Com o CLA da Prozis recebes a dose diária de CLA de que necessitas para alcançares os teus objetivos de fitness, em cápsulas fáceis de tomar para um uso prático.

 

Destaques do CLA:

  • Importante ácido gordo
  • Vulgarmente usado como queimador de gordura
  • Fórmula com elevado nível de pureza
  • Ingredientes testados
  • Dose diária indicada
  • Qualidade superior

 

Aproveita!!

Snickers Vegan

Ora então toca a guardar uma das melhores receitas deste blog! 

Esta foi adaptada de uma do livro "As Delícias de Ella - Todos os dias". 

É uma versão mais "leve", menos doce, menos calórica, mas igualmente deliciosa!! Parece um pouco complicada no início por serem três partes diferentes mas vão ver que não é difícil, demora é algum tempo por ser necessário usar o congelador.

 

Para 12 a 16 fatias necessitam de:

Para a base:

150g de amêndoas - usei estas

125g de nozes - usei estas. Em alternativa podem usar nozes-pecãs ou amendoins - encontram aqui

200g de tâmaras Medjool descaroçadas

2 colheres de sopa de amêndoa - usei esta, a melhor de sempre

 

Para a camada de caramelo:

2 pêras médias 

60g de tâmaras Medjool descaroçadas

3 colheres de sopa de amêndoa - usei esta

1 colher de chá de óleo de coco - usei este

 

Para a camada de chocolate (para ficar mais amargo e cortar um pouco o sabor a doce):

2 colheres de sopa bem cheias de cacau cru em pó - usei este

Bebida vegetal a gosto (pode ser de aveia, amêndoa, caju, arroz, cânhamo, coco, soja) de forma a formar uma calda quando misturado com o cacau, de forma a cobrir todo o snickers. Usei bebida de amêndoa

 

 74E92781-61A1-4031-987C-36341E438582.jpg

 

Colocam-se as amêndoas e nozes num processador de alimentos e tritura-se certa de 30 segundos, até formar uma farinha granulada.

Juntam-se as tâmaras e manteiga de amêndoa e mistura-se novamente até ficar pastosa.

Transfere-se para um tabuleiro forrado a papel vegetal. Pressiona-se com uma espátula. Vai ao congelador cerca de 20/30 minutos.

 

Enquanto isso faz-se a camada de caramelo, a do meio. Trituram-se as tâmaras no processador de alimentos. Seguidamente juntam-se todos os ingredientes no liquidificador com 100ml de água (junta-se mais se necessário, uma vez que depende do sumo das pêras).

Deita-se a mistura sobre a base, espalhando bem, e volta ao congelador, cerca de 1h.

 

Por fim basta, numa panela, juntar o cacau com a bebida vegetal até ficar uma cobertura homogénea .

Se acharem necessário podem juntar um adoçante, como açúcar de coco, xilitol, xarope de tâmaras ou geleia de agave.

Cobre-se o snickers com o "creme" de cacau e deixa-se mais 30/40 minutos no congelador.

Está pronto a servir. Podem cortar aos quadradinhos ou ir tirando do tabuleiro à medida que necessitam. Convém retirar do congelador cerca de 15 minutos antes de servir, uma vez que ficará congelado. Conservo no congelador mas podem perfeitamente deixar no frigorífico.

 C5353E91-5035-4E45-9696-E38C148A4BA6.jpg

 

 

Tofu panado, assado e almôndegas de tofu

Como as receitas de hoje levam tofu e são muito semelhantes, achei por bem juntá-las num só post.

Então, utilizo várias ervas aromáticas para temperar: Manjericão, gengibrecurcuma, pimenta preta, paprika, depois um pouco de vinho branco de cozinha, azeite, molho de soja, sumo de 1/4 de limão ou 1/2 limão mais pequeno e óleo de coco para cozinhar, quase tudo a olho. Deixo marinar, no mínimo 20/30 minutos.

 

Agora as diferenças destas três receitas.

 

Para o Tofu panado (cerca de 300g de Tofu) usei:

3 colheres de sopa de farinha de grão de bico - podia ser de castanha, de arroz, de aveia,...

4 colheres de sopa de farinha de linhaça (linhaça triturada)

3/4 colheres de sopa de sementes várias (o suficiente para dar para toda a quantidade de tofu)

 

Misturam-se as duas farinhas e passa-se o tofu por elas (como um panar normal).

Seguidamente passa-se pela mistura de sementes.

Vai ao forno a 180º numa travessa.

Depois de 20 minutos deve-se virar e deixar mais 10/20 minutos.

Está pronto a comer.

 

A8D48FC9-A2A4-4DD0-BC0D-E3EDD13AAD16.jpg

 

 

Para o tofu assado não necessitam de mais nada. O molho do tempero serve para dar o gostinho que queremos.

Vai ao forno a 180º numa travessa.

Depois de 20 minutos deve-se virar e deixar mais 10/20 minutos.

Está pronto a comer.

0C1F0BE5-C2E3-4D87-B2E9-14981B701FAD.jpg

 

Ambos podem ser servidos com arroz, quinoa, massa, batata doce em chips ou assada, saladona,... o que quiserem.

 

 

Para as almôndegas de tofu (cerca de 400g), necessitam de:

4 colheres de sopa de água morna

2 ou 3 colheres de sopa de farinha de grão de bico ou farinha de castanha

Amêndoa moída ou farelo de aveia para envolver

2 colheres de sopa de coentros picados 

2 colheres de sopa de linhaça moída

2 dentes de alho

1 colher de sobremesa de sumo de limão

1 a 2 colheres de molho de soja ou leite de coco

1/2 chávena de molho de tomate

Pimentão doce, cominhos e tomilho q.b

Cebolinho e manjericão para servir

Azeite ou óleo de coco q.b.

 

73A4E139-9334-43BF-9C0F-661C4989C103.jpg

 

Tritura-se o tofu num processador de alimentos ou esmaga-se com um garfo. Em seguida aquece-se a frigideira com um fio de azeite ou óleo de coco e salteia-se o alho até ficar dourado.

Junta-se o tofu e tempera-se com o molho de soja, pimentão doce, cominhos e tomilho, e deixa-se cozinhar durante 5 minutos.

Adicionam-se os coentros e o sumo de limão, e deixa-se ao lumo por mais 2 minutos, mexendo bem.

Numa taça mistura-se a linhaça com a água até formar uma goma. Verte-se para a frigideira e mistura-se. Depois junta-se a farinha e continua-se a mexer até a massa ficar compacta.

Deixa-se arrefecer um pouco e moldam-se as almôndegas. Por fim passam-se por pão ralado ou amêndoa moída.

Vai ao lume com o molho de tomate e deixa-se cozinhar de 3 a 5 minutos. 

 

DBF1CD16-4D62-4669-A503-8E438B7645E2.jpg

 

A receita foi adaptada de uma de almôndegas de seitan do livro da Gabriela Oliveira.

Óleo de Rosa Mosqueta e os seus benefícios

Este é um dos poucos óleos que uso no rosto, Óleo de Rosa Mosqueta.

O Óleo de Rosa Mosqueta serve para ajudar a atenuar estrias, cicatrizes, rugas e linhas de expressão na pele. É ainda utilizado para tratamento de queimaduras ou pós-cirurgia, hidrata e proporciona suavidade à pele. O único caso onde não se recomenda este óleo é para pele oleosa ou com acne.

Possui um efeito regenerador super potente e ultra eficaz. É ainda rico em ácidos gordos e vitamina A. Obtido a partir das sementes da planta silvestre Rosa Mosqueta, daí o nome, que cresce na região sul dos Andes chilenos.

 

 

Como usar o óleo de Rosa Mosqueta??

 

"Caso a área não fique exposta ao sol, por exemplo, ao tratar uma cicatriz na perna que ficará o dia todo coberta por calça, o ideal é aplicar o óleo 2 vezes por dia (de manhã e à noite) e massajar até ser totalmente absorvido pela pele.

Para tratar outras áreas ou mesmo usar no rosto ou pescoço como anti-rugas, basta aplicar à noite e massajar mais uma vez."

Quando comprarem este óleo tenham em atenção o rótulo para evitar comprar misturas. O que deve ser usado é o óleo 100% vegetal de Rosa Mosqueta ,e é isso que deve aparecer nos ingredientes. É importante que não haja exposição ao sol quando o óleo for usado, pois pode ser pior a emenda que o soneto...

 

O que uso é este que se segue.

262866-oleo-puro-de-rosa-mosqueta-20-gramas-ltr-elegante.jpg

 

 

Comprei no celeiro há imenso tempo portanto nem vos sei dizer o preço e esse tipo de informação.

Ao 26 Vegan

Pequenino mas acolhedor. É assim que podemos definir o que vemos ao entrar no Ao 26 Vegan. Tivemos de esperar cerca de 15 minutos até termos mesa e mais uns 10 minutos até fazermos o pedido.

Duas bifanas de seitan em pão do caco, duas doses de batata doce frita, um ice tea de menta (caseiro) e um sumo do dia (detox). 

Para sobremesa, uma fatia de tarte de oreo e uma mousse de chocolate. 

Tudo vegan. Tudo delicioso. Gostei realmente da refeição. Já não comia  pão com manteiga há anos e este pão do caco vem barrado com uma manteiga de ervas divinal!

As batatas estavam no ponto. Das sobremesas nem falo. As melhores sobremesas vegan que comi.

Super aconselho! Da próxima vez que for a Lisboa é paragem obrigatória.

 

48B1D15D-4815-4875-91E0-65B11F833426.jpg

 

37B4113C-A4E7-42D8-9442-FF6BEE7A69F8.jpg

 

1A44810A-D6F4-4F4F-AF93-2211E1D500F3.jpg

 

ECC888B6-9931-48A0-81D6-4977EC42C5B7.jpg

  

 

Falafel

Esta receita veio do livro "As Delícias de Ella" e achei particularmente interessante. Foi a primeira que experimentei e não será a última certamente.

 

Normalmente adapto as receitas e respectivos ingredientes ao que mais gosto/uso/me interessa, portanto não é exactamente igual ao livro.

 

Ora cá vai.

Para 8 bolinhas pequenas necessitam de:

1/2 punhado de coentros frescos picados

1/2 dente de alho esmagado

Sumo de 1/2 limão

1/2 colher de sopa de azeite

1/2 colher de sopa de xarope de tâmara

1/2 colher de sopa de puré de maçã

1/2 colher de sopa de cominhos moídos

1/2 colher de sobremesa de açafrão

1/2 colher de sobremesa de taíne

1 lata de grão de bico (200g)

20g de pinhões

Uma pitada de farinha de grão de bico/castanha/quinoa 

Sal rosa e pimenta q.b

 

Pré aquecer o forno a 200º (ventilado a 180º).

Junte todos os ingredientes num processador de alimentos, menos o grão, pinhões e farinha. Bata até estar tudo misturado, mas com textura granulosa.

Coloque o grão e pinhões num processador e bata cerca de 20 segundos ou até ficarem desfeitos mas não em forma de húmus (puré).

Molde as bolinhas com as mãos e envolva-as em farinha. Coloque no forno cerca de 25 minutos ou até estarem douradinhas e estaladiças.

Cuidado para não deixar queimar.

 

A6045D23-5505-4B9F-B678-663A21A754B7.jpg

Pág. 1/3